Pular para o conteúdo

Ceratocone pode deixar você cego – Sintomas, Causas e Tratamento

Ceratocone pode deixar você cego – Sintomas, Causas e Tratamento… O ceratocone é uma doença degenerativa que faz com que a córnea, a membrana transparente que protege o olho, se deforme, tornando-a mais fina e curva, tomando a forma de um pequeno cone.

O ceratocone geralmente ocorre por volta dos 10 anos de idade. 16 anos de sintomas como dificuldade para enxergar de perto e sensibilidade à luz, que são devidos a uma deformação da membrana ocular que faz com que os raios de luz no olho fiquem embaçados.

O ceratocone nem sempre é curável como depende do grau de acometimento ocular, no primeiro e segundo graus, o uso de lentes pode ajudar, mas nos casos mais graves, graus três e quatro, pode ser necessária cirurgia para transplante de córnea.

Sintomas de ceratocone

Os sintomas de ceratocone podem aparecer durante a puberdade e progredir até por volta dos 30 anos e geralmente afetam ambos os olhos ao mesmo tempo, embora um olho seja geralmente mais afetado que o outro. Os principais sinais e sintomas que indicam ceratocone são:

  • Visão turva;
  • Hipersensibilidade à luz;
  • Ver imagens fantasmas;
  • Visão dupla;
  • Cefaléia;
  • Coceira no olho.

Estes sintomas são muito semelhantes a qualquer outro problema de visão, porém, no ceratocone é possível observar uma deterioração da visão em um curto período de tempo, obrigando a troca constante de óculos e lentes. Portanto, na presença de sintomas sugestivos de ceratocone e se for observada uma deterioração progressiva da visão em um curto período de tempo, é importante consultar o oftalmologista para que o diagnóstico possa ser feito e o tratamento mais adequado seja iniciado.

O ceratocone pode deixar você cego?

O ceratocone geralmente não causa cegueira total, mas à medida que a doença progride e a córnea muda, a imagem vista fica muito embaçada, eventualmente dificultando as atividades diárias.

Como é o diagnóstico

O diagnóstico inicial de ceratocone é feito pelo oftalmologista com base nos sintomas relatados pela pessoa e em um exame oftalmológico. Além disso, é realizado um exame para verificar a curvatura da córnea, topografia da córnea ou ceratoscopia, que é mais fina e em forma de cone no ceratocone. Entenda como é realizada a topografia corneana.

Causas possíveis

As causas do ceratocone ainda não são bem compreendidas, mas acredita-se que seja devido a vários fatores que podem ocorrer como resultado de outras condições oculares e/ou genéticas. Portanto, algumas situações que podem aumentar o risco de ceratocone são:

  • Ceratoconjuntivite;
  • Amaurose hepática;
  • Síndrome de Ehler-Danlos;
  • Retinite pigmentosa;
  • Síndrome de Down;
  • Esfregar os olhos com frequência de forma agressiva.

Um histórico familiar de ceratocone também pode aumentar a probabilidade dessa condição ocorrer.

Tratamento de ceratocone – Ceratocone pode deixar você cego

O tratamento de ceratocone deve sempre ser realizado por um oftalmologista e geralmente começa com o uso de óculos e lentes rígidas para corrigir o grau de visão, que podem ser substituídos à medida que progridem

Caso contrário humanos Pessoas com ceratocone devem evitar esfregar os olhos, pois isso pode acelerar a deformação da córnea. Em caso de coceira ou ardência frequente, recomenda-se informar o oftalmologista para iniciar o tratamento com alguns colírios.

Quando a cirurgia é necessária

Com o tempo, a córnea sofre mais alterações e, portanto, a visão se deteriora a ponto de óculos e lentes não conseguirem mais corrigir a imagem. Nessas situações, pode ser utilizado um dos seguintes tipos de cirurgia:

Crosslinking: é uma técnica que pode ser utilizada em conjunto com lentes ou óculos, desde que o diagnóstico seja feito. Consiste na aplicação direta de vitamina B12 no olho e exposição à luz UV-A para promover o endurecimento da córnea e evitar que ela mude ainda mais de forma;
Implante de anel corneano: É um pequeno procedimento cirúrgico de cerca de 20 minutos durante o qual o oftalmologista coloca um pequeno anel no olho que ajuda a suavizar a córnea e evitar que o problema se agrave.

Geralmente essas técnicas cirúrgicas não curam o ceratocone, ajudam a evitar que a condição piore. Doença. Portanto, após a cirurgia, pode ser necessário continuar usando óculos ou lentes de contato para melhorar a visão.

A única maneira de curar o ceratocone é com um transplante de córnea, mas devido ao risco desse tipo de cirurgia. geralmente só é realizada quando o grau de alteração é muito alto ou quando o ceratocone também está piorando após outros tipos de cirurgia.

Artigos Relacionados

Boa Sorte

Confira aqui, o seguimento para a inscrição: 1 – Primeiro, acesse o site oficial do Gshow, no programa Caldeirão do Huck; 2

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.