O que envolve a oração evangélica? – – Leia Agora

 

Oração Evangélica: Um Aprendizado Constante

A oração evangélica é um constante crescer com Deus. A oração não são palavras mágicas, ela é um reflexo da intimidade do cristão com o seu Criador.

Quanto mais perto de Deus mais facilmente enxergamos as fragilidades humanas e mais queremos estar abrigados nos braços do Pai amoroso.

Com isso quero dizer que a oração evangélica é o reconhecimento de verdades, tais como:

– Orar é um privilégio, quanto mais rápido isso for assimilado mais frutos esse relacionamento dará;

– Através de Jesus meus pecados foram perdoados;

– Jesus morreu, ressuscitou e está com o Pai, mas nos enviou o Espírito Santo para nos lembrar de tudo que ele ensinou e desempenhar um papel fundamental na oração, orando por nós;

– O Pai me ama e tem prazer em estar comigo, eu correspondo esse amor o amando mais que tudo e aceitando a sua graça;

– Contar com a intercessão do Espírito Santo para orar por mim e me ensinar a vontade de Deus;

– Jesus é Senhor e Salvador;

– Orar em nome de Jesus é submeter a oração a sua vontade.

A primeira oração feita

É inesquecível a primeira experiência com a oração, com certeza não me lembro de muitas, mas a primeira abriu a eternidade para mim.

Eu estava exitante em me aproximar mais de Deus, não era convertida ainda. Minha visão era turva, eu tinha uma ideia muito errada de evangelho.

Imaginava que ficaria sobrecarregada, que seria muito cobrada, que teria que cumprir uma série de regras, enfim, eu enxergava um evangelho sem a graça de Deus.

 

Evangelho sem a Graça Divina é pura religião humana, ou seja, pesos e regras.

 

O Pai é tão amoroso e paciente que espera e dá sinais do seu amor enquanto somos passageiros nessa terra.

A minha primeira oração evangélica foi por livramento, eu queria que Ele me libertasse das angústias presentes, da minha tristeza e incertezas.

A oração impulsiona a vida

Para minha surpresa eu encontrei algo muito melhor, a resposta da oração foi o próprio Deus, o seu consolo em meio às situações, a forma como minhas prioridades foram realinhadas e santificadas me deram uma nova perspectiva.

Hoje eu entendo perfeitamente os salmistas que começam se lamentando, indagando a Deus por muitas coisas e terminam cheios de esperança e vitalidade.

O Espírito Santo visita o nosso coração na oração e de alguma forma recebemos conforto ainda que não alcancemos o propósito original da oração.

Felizmente é mais fácil experimentar do que explicar, se você já passou por essa situação e quiser compartilhar, deixe um comentário, eu adoraria ouvir sua história!

A questão é que a resposta é mais do que sim ou não, a resposta é a visita e a intervenção de Deus, o cuidado dele, o amor dele, a presença dele transformadora e apaziguadora.

Se entregue somente

Faça da oração um hábito, porque ela salva sua vida. Ela molda caráter, renova os pensamentos, dá o sustento em dias difíceis.

Ela é a certeza de que não estamos sozinhos, é impossível ser cristão sem orar, porque orar é respirar, é entregar o que se tem nas mãos ao Senhor, é querer que Deus participe da nossa vida.

É se deixar sondar pelo Espírito de Deus e sair renovado desse encontro.

É trocar com o Senhor, levamos dúvidas e medos e saímos com forças para lutar e com convicções reforçadas ou alteradas, não importa.

Eu imagino oração como alimento mesmo, sem ela morremos desnutridos, é um banquete que temos à disposição.

Se passarmos algumas horas sem comer já sentimos fome, com o espírito é a mesma coisa, ele se fragiliza sem o alimento espiritual e outras coisas ocupam o centro da vida.

Não se agarre a nada, simplesmente entregue tudo em oração, Jesus nos encoraja a levarmos a ele os fardos, não temos capacidade de cuidar de nós mesmos.

Reserve um tempo diário com o Pai e terá a mais grata recompensa, Ele mesmo. Saiba o que a Bíblia nos ensina sobre oração clicando aqui.

Conclusão:

A oração evangélica é diferente de qualquer outra porque exalta a Deus, por meio de Jesus e inspirada pelo Espírito Santo.

Certamente que O Senhor se revela:

“… se buscarem o Eterno, o seu Deus, vocês o encontrarão, se recorrerem a ele de todo o seu coração e de toda a sua alma”.

(Deuteronômio 4: 29)

“Porque o que me achar, achará a vida, e alcançará o favor do Senhor”.

(Provérbios 8: 35)

“Quando vocês me chamarem, quando orarem a mim, eu ouvirei.

“Quando vocês me buscarem me encontrarão.

“Sim, quando me buscarem de todo coração e em primeiro lugar, dou a vocês a certeza de que não vão se decepcionar”.

(Jeremias 29: 12 – 13)

 

Créditos : Cristina Loback

Comentários Recentes

Postagens Mais Recentes

Siga nossa Página