Qual é a vontade de Deus para a oração? – Fale com Deus

 

Qual é a vontade de Deus para a oração? A oração se tornará eficaz quando pararmos de usá-la como um substituto para a obediência. O pastor eficaz e influente do século XX, Tozer, fez este comentário acima no contexto do reavivamento – reavivamento espiritual.

Seu ponto era que não havia nada de errado em orar por avivamento, contanto que estabelecêssemos uma conexão com essa oração para fazer algo de acordo com a oração.

Podemos orar por reavivamento – nos alinhando com o coração de Deus – e dez minutos depois amaldiçoar nosso próximo. Isso é apenas ser desobediente. Nossa oração não nos mudou. Essa desobediência zombou de nossa oração. Isso desrespeita a Deus.

Nenhum de nós quer ser uma falsa testemunha, mas quando oramos de maneiras que não seguimos, nos tornamos exatamente isso. Não pode ser glorificante a Deus.

Qual é a vontade de Deus para a oração?

A vontade de Deus para a oração é possivelmente muitas coisas, mas deve incluir sua vontade de nos fazer crescer portanto, nos mudar. Ao orarmos por outra pessoa, convidamos o Espírito Santo a nos conduzir a fazer algo prático; algo de amor.

Não se trata de substituir a intervenção milagrosa de Deus pela nossa; trata-se de ser usado por Deus para trazer um pouco de esperança à vida de outra pessoa. Na maioria das vezes, as pessoas são tocadas por Deus por meio do que os outros fazem – quando os outros são Deus na pele.

A vontade de Deus para a oração é que o experimentemos em vez de esperarmos ser libertos. De fato, experimentá-lo é ser liberto. Há uma diferença sutil, mas espiritual. Mas essa sutil diferença faz toda a diferença do mundo.

A vontade de Deus para a oração é que estejamos conectados à obediência por meio da confiança. A simples questão da oração é a confiança, mas quando oramos de forma egoísta não há confiança, apenas presunção.

Deus honra a obediência

Deus fará com que haja bênção em nosso caminho por causa de nossa obediência. A confiança sempre é recompensada, mas não podemos desistir de confiar só porque não experimentamos a recompensa. Ainda falta algum tempo, talvez.

Devemos ter fé de que estamos obedecendo não por uma recompensa, mas porque é certo. Estamos colocando Deus no lugar certo; não como ninguém que pode ser usado para nosso ganho, mas como nosso Senhor que merece nossa adoração.

Oração e obediência se encaixam

A oração sem obediência é uma abominação. Da mesma forma, a oração nos transforma e não nós a ela. Deus abençoará nossa obediência, mas não é por isso que obedecemos. Obedecemos porque é a coisa certa a fazer. Deixamos a bênção inteiramente nas mãos do SENHOR.

Comentários Recentes

Postagens Mais Recentes

Siga nossa Página