Que dia Jesus estudava a Bíblia? – Fale com Deus

 

Ieshua, o nazareno, bem como (naturalmente) seus discípulos, se reuniam no sábado pela manhã (shabat), o dia santificado por Deus, para ler as porções semanais da Torá em comunidade, basta ver Lc 4:16, At 13:14-15 e 17:1-2, dentre outros. Esse mesmo costume permanece até hoje, no mundo todo, entre o povo de Israel, o povo do qual ele veio e no qual viveu.

Quem criou o estudo bíblico no domingo?

Com o advento dos pais da igreja, porém, no início do século II EC, o costume do Messias de se estudar a Bíblia no shabat, junto com o povo de Israel, infelizmente foi perdido entre as novas comunidades de crentes que se formaram no Ocidente. Pois estes homens fizeram várias interpretações novas do texto bíblico, de acordo com suas próprias deduções, e com isso criaram novos costumes e liturgias que não faziam parte da vida do Senhor. Um relato de Justino (100-165) acerca das comunidades cristãs do 2° século diz o seguinte:

No dia que se chama do sol, celebra-se uma reunião de todos os que moram nas cidades ou nos campos, e aí se lêem, enquanto o tempo o permite, as Memórias dos apóstolos ou os escritos dos profetas […] Celebramos essa reunião geral no dia do sol, porque foi o primeiro dia em que Deus, transformando as trevas e a matéria, fez o mundo, e também o dia em que Jesus Cristo, nosso Salvador, ressuscitou dos mortos. Com efeito, sabe-se que o crucificaram um dia antes do dia de Saturno e no dia seguinte ao de Saturno, que é o dia do Sol, ele apareceu a seus apóstolos e discípulos, e nos ensinou essas mesmas doutrinas que estamos expondo para vosso exame.

 

Deus criou o planeta Terra no 3º dia da criação, e o sol no 4º dia, veja Gn 1:9-19. Então, que relação há entre o “dia do sol” citado por Justino com a criação de Deus? Simplesmente nenhuma! Pois o “dia do sol” a que Justino se refere era o dia do deus-sol invicto, cujos adeptos cultuavam no domingo. Justino, bem como os demais pais da igreja, tendo conhecimento dessa e de outras religiões, ou vindo delas, promoveram um sincretismo dos relatos bíblicos com as tais, e assim criaram uma nova religião que, na carta de Inácio aos magnésios (98-107), foi chamada pela 1ª vez de Cristianismo.

Mais tarde, no ano 321, o imperador Constantino finalmente lança um decreto sobre o dia do sol, domingo.

Basicamente, ele ordenou o domingo como dia de descanso nacional no império romano. Um trecho deste decreto, chamado Édito de Constantino e publicado no dia 7 de março, diz assim:

Que todos os juízes, e todos os habitantes da cidade, e todos os mercadores e artífices descansem no venerável dia do Sol...

Nos parece que se tratava de um mero decreto social. Mas como vemos, a motivação do decreto do dia de descanso no domingo, era inspirada no já corrente dia de culto à divindade solar. Dessa forma, o que conhecemos de sociedade ocidental hoje, na verdade, foi modelado pelas religiões antigas e principalmente por Roma. Porém, os líderes fundadores do cristianismo de aproximadamente 2 séculos antes, já haviam sincretizado os relatos bíblicos da vida do Messias com os costumes provenientes deste e de outros ídolos.

Infelizmente, estes pais cristãos se inspiraram em dias que outras religiões já cultuavam seus deuses para então criar suas liturgias, costumes e teologia, que alegaram serem bíblicas, mas evidentemente são divorciadas dos ensinamentos e da vida do Salvador judeu. Ele, por sua vez, alega que o culto correto viria da nação de Israel, porque o próprio Deus lhes deu isso, vide João 4:22.

Ora, as inovações dos pais da igreja se refletem até os dias de hoje na religião cristã. Sendo assim, o cristianismo conhecido pelo mundo atual é fruto dos ensinamentos deles. E estes ensinamentos, por si só, promoveram a separação entre os gentios e o povo escolhido por Deus, Israel, embora os discípulos do Salvador tivessem ensinado o contrário (vide At 24:14, 28:17, Rm 9:4, Ef 2:11-13). Mas se ele disse, “basta ao discípulo ser como seu mestre” (Mt 10:25), a qual cultura deveríamos aderir?

Comentários Recentes

Postagens Mais Recentes

Siga nossa Página