Um Guia sobre Oração e Jejum para 2023 – Veja agora – Leia Agora

 

Oração e jejum trazem muitos benefícios para as nossas vidas, não só espiritualmente como também para o nosso corpo e saúde geral.

Quantas vezes percebi hábitos estranhos ou alguns excessos, como comer demais, muita avidez por entretenimento, preguiça, coisas que observo principalmente após as férias.

E então, “caiu a ficha”, preciso me focar mais em Deus, a prática de orar e jejuar podem acelerar um pouco as coisas, nos fazer entrar mais rapidamente na realidade do Reino Eterno.

Pelo menos esta tem sido minha experiência…

Neste artigo compartilho um breve guia sobre oração e jejum:

1. Como um iniciante pode começar a praticar o jejum e a oração?

2. Como se preparar para um jejum prolongado?

3. Dicas para aplicar na conclusão do jejum.

4. Os benefícios experimentados na prática do jejum e da oração.

1. Dicas para iniciantes em campanha de oração e jejum:

a) Para começar tenha bem definido um propósito, que deve ser mais do que uma mera curiosidade.

Se você não faz ideia, eu sugiro alguns temas:

– Ser mais cheio do Espírito Santo

– Buscar mais santidade

– Para discernir a voz de Deus melhor no seu dia a dia

– Esclarecimento sobre qual decisão tomar

– Se aquela pessoa é ou não de Deus para sua vida

– Executar alguma missão específica com a comunidade

b) Qual é o melhor período do dia?

Tudo vai depender da sua disponibilidade, algumas pessoas podem jejuar um dia inteiro, outras em parte da manhã ou da noite.

Você pode até orar e jejuar em períodos mais curtos como um tempo de uma refeição, se você é iniciante é uma boa ideia ir devagar, é necessário acostumar o organismo.

c) Você vai fazer jejum do quê?

Eu particularmente prefiro o tradicional jejum de alimentos, mas muita gente faz jejum de televisão, ou redes sociais, ou café ou doce.

Geralmente ficamos mais inclinados a jejuar com coisas que podem estar tirando nosso equilíbrio ou nos dominando de alguma forma.

Certamente ao ler isso, o Espírito Santo já te inspirou com algum propósito.

d) Trace uma meta para este período antes de começar, para não ficar perdido.

Depois de ter definido o tempo de jejum e oração, faça um pequeno roteiro.

– Comece com uma Oração inicial, Leitura da Palavra (Escolha um texto previamente para reflexão), louve com músicas (escolha uma “playlist”).

– Ore novamente sobre a Palavra lida, leia um devocional, louve mais.

– Lembre de beber água, levantar e andar um pouco.

Exemplo de uma oração para começar o jejum:

Pai, eu dedico ao Senhor esse tempo, te entrego essa situação (o propósito). E não quero parecer ansioso pela resposta, eu quero desfrutar da sua doce presença, aprender a silenciar o meu eu e a te ouvir claramente.

Direcione como quiser, Espírito Santo, me faça saber que o Senhor está aqui e traz a minha mente pecados que porventura ainda não confessei.

Em nome de Jesus, amém.

Esteja atento na oração durante o jejum, pois o Senhor fala conosco quando estamos disponíveis.

e) Seja consistente

Programe uma periodicidade para orar e jejuar, isso vai te ajudar a manter o foco e a motivação.

f) Seja flexível

Provavelmente não vai ser fácil, se você sentir dificuldades, principalmente questões físicas, como por exemplo, tonturas, hipoglicemia, fraqueza, pare imediatamente, seu corpo pode não estar preparado.

E não se culpe e nem desista achando que isso não é para você. O propósito não é chegar ao final ou bater uma meta, não se trata de vencedores ou de ser mais produtivo, mas sim de se aprofundar no seu relacionamento com o Senhor, de crescer espiritualmente, de simplesmente estar com Jesus.

2. Como se preparar para um jejum prolongado?

a) Os jejuns prolongados geram impactos na saúde, portanto, converse com um médico ou outro profissional de saúde antes de começar, principalmente se você tiver problemas de saúde e fizer uso de medicamentos contínuos.

b) Uma boa estratégia para preparar melhor o corpo é reduzir gradualmente o consumo de alimentos, assim seu organismo sentirá menos os efeitos de privação de alimentos durante o jejum.

c) Beba muita água para evitar a desidratação, se prepare porque o choro virá.

d) Tenha suprimentos de emergência à mão, líquidos, alimentos, no caso de se sentir fraco.

e) Retorne à dieta com alimentos leves e fáceis de digerir e vai adaptando gradualmente às necessidades do seu corpo.

3. Dicas para finalizar a campanha de oração e jejum:

– Separe um caderno ou um bloco para anotar suas experiências e reflexões, isso é muito útil para lembrar do que aprendeu e para continuar atento, pois os efeitos deste período continuam.

– Agradeça a Deus pelas bênçãos e lições aprendidas durante o período.

– Volte a comer devagar, é aconselhável recomeçar com frutas mais leves. Se você estiver encerrando um jejum prolongado, é importante reintroduzir alimentos de forma saudável em sua dieta.

– Continue com a oração mesmo após o fim do período de jejum.

4. Quais são as mudanças esperadas?

– Conexão mais profunda com Deus. O jejum pode ajudar a tirar distrações da rotina e permitir que as pessoas se voltem para Deus.

– Efeitos na saúde. Alguns estudos relataram que o jejum pode ajudar a diminuir o risco de doenças crônicas, como diabetes e doenças cardíacas.

– Autocontrole e disciplina.

– Clareza e foco. Muitas pessoas relatam sentir mais clareza e foco depois de jejuar e orar.

– Ser mais grato e alegre. Ao se concentrar nas bençãos da vida e na relação com Deus, as pessoas podem se sentir mais agradecidas e felizes.

Leia mais conteúdos edificantes:

Saiba como fazer um devocional curto

Como orar no Espírito Santo

Como fazer oração

Crescimento Espiritual e as estações da vida

Obrigada pela sua visita,

 

Comentários Recentes

Postagens Mais Recentes

Siga nossa Página